Podem registar-se no CINM, sociedades já existentes ou por incorporar, assim como sucursais, em Portugal ou no Estrangeiro. Foi criado um Cartório Notarial privado, com o intuito de acelerar o processo de incorporação e registo das sociedades, composto por um escritório notarial e uma Conservatória do Registo Comercial, totalmente isento de taxas notariais e de registo.

Nova Sociedade, Processo de incorporação no CINM:

Aprovação de Nome: é necessário a emissão de um certificado de aprovação de denominação e um cartão provisório de identificação solicitado ao Registo Nacional de Pessoas Colectivas (RNPC) que pode ser pedido através da internet. Estes documentos devem ser solicitados por um accionista da sociedade a se formar, ou por uma entidade devidamente autorizada. O certificado tem uma validade de 180 dias para fins de registo e por um ano após a incorporação da sociedade;

Incorporação da Sociedade – deve ser solicitada no Cartório Notarial Privado, a seguinte documentação deve ser apresentada:
(a) Certificado de aprovação de denominação:

(b) Cartão Provisório de identificação;

(c) Cópia dos documentos de identificação dos requerentes;

(d) Relatório do Revisor oficial de contas de entradas de capital em bens;

(e) Licença e autorização da Secretaria Regional do Plano e Finanças.

Declaração de inicio de actividade:

A informação é comunicada automaticamente às Finanças pela Conservatória da Zona Franca assim que é efectuado o registo.

Inscrição na Segurança Social:

As sociedades têm um prazo de 30 dias desde a data do início de actividade para procederem com a sua inscrição no sistema de segurança social.